Vale a pena?*

Pensando em todos os aspectos da combinação da vida pessoal com a vida profissional, você diria que:

  • Vale muito a pena, a qualquer preço – 51%
  • Vale a pena, mas o preço é alto – 48%
  • Não vale a pena – 1%

*Dados da pesquisa de Cecília Troiano, publicada no Livro Vida de Equilibrista, dores e delícias da mãe que trabalha

Arrisco a dizer que por trás dessas mulheres que afirmaram que o preço é alto esconde-se uma boa dose de perfeccionismo, ou até um sentimento de perda de controle… Afinal, os filhos chegam mesmo para desestabilizar os antigos padrões. Pelo menos por um tempo, adeus ordem e tranqüilidade. Quem é mais flexível costuma lidar melhor com esses momentos de mudança. Já quem tem mania de perfeição não se sente bem quando prevalece o imprevisível, que é supercomum na rotina de quem tem bebê ou criança pequena em casa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s