Imenso coração de mãe

[Mães equilibristas]

Márcia queria preencher a casa com uma grande família. Conseguiu ao se unir a Roberto, que conheceu pela internet.

Pedro (7), filho de Márcia e Marcelo (o ex-marido), Juliana (18), filha de criação de Márcia, Roberta (17) e Wagner (14), filhos de Roberto, e Enzo (45 dias), filho de Márcia e Roberto, são todos irmãos nesta nova família. Duas bicamas no quarto dos meninos e um triliche no das meninas abrigam inclusive os outros dois filhos de Roberto, quando eles vêm visitar.

“Me separei quando o Pedro tinha 2 anos e meio. Depois de algum tempo, comecei a me sentir deprimida dentro dessa casa grande.  Como não sou de sair, resolvi entrar em um site de romance, sem grandes expectativas.   Conheci o Roberto, trocamos telefone e nos falamos bastante. Um mês depois, nos vimos. Foi amor à primeira vista! Não entramos em detalhes sobre as nossas vidas, pois não sabíamos no que iria dar. Mas chegou uma hora que ele disse: ‘Agora ou vai ou racha, preciso te contar uma coisa!’ Ele revelou que tinha quatro filhos, de dois relacionamentos anteriores. Dois moravam com ele e os outros dois, com a mãe. Mas eu não me intimidei… Assim que os conheci,  Roberta e Wagner tiveram empatia comigo e, uma semana depois,  estavam passando uma semana de férias na minha casa. Depois, passaram a vir todos os finais de semana para cá. Toda sexta-feira eu ia até a Penha (no zona Leste) buscar os filhos dele e trazer aqui para Interlagos (extremo sul da capital paulista), onde moro.  Nosso relacionamento já dura dois anos e quando engravidei, todos se mudaram para cá.

Somos sete! É um barato. Todos ficam em cima do Enzo, cuidam dele. Claro que mudou a rotina da casa, que antes era um silêncio. Agora à tarde é uma agitação, e como eu gosto disso, estou realizada.

De manhã levo as crianças na escola, amamento na volta, depois saio para pegar os cachorros para o banho e tosa. Volto às 10h com os animais e vou trabalhar. Mas às 12h e pouco já vou buscar na escola. À tarde fico administrando lição, pegando no pé, tendo que dizer não e sim para todos.  E as crianças se tratam como irmãos. Tenho que virar um polvo para dar conta. Eles me chamam de Márcia, mas na escola, se perguntam, dizem que eu sou a mãe. A Roberta e o Wagner não têm contato com a mãe biológica e foram criados pela avó. Foi uma novidade grande para eles o fato de vir morar comigo, mas eles logo curtiram. E agora são criados pelo pai. Antes, o Roberto ficava fora alguns dias e às vezes uma semana inteira, organizando eventos grandes como lançamentos de carros ou de produtos para Natura ou Nestlé. Agora trabalha fixo em uma empresa de eventos aqui perto de casa, então consegue ver as crianças quase todos os dias e ficar mais tempo com eles.

No início, fiquei com medo de o Pedro sentir ciúmes, mas ele queria que eles viessem morar conosco. Se dá muito bem com o Wagner. Queria sempre ir buscar a Roberta e o Wagner na Penha, e eu voltava com o carro lotado de crianças, roupas e brinquedos.

Meu ex-marido, o Marcelo, que também já está casado, é um pai muito presente. Minha relação com ele é superboa, tanto que ele me deu um carrinho e um bebê-conforto para o Enzo.  Marcelo entra em casa quando quer e fica jogando videogame com o Pedro. Ele também pega o Pedro e o Wagner para passar o final de semana na casa dele. Vão juntos ao jogo do Palmeiras: graças a Deus, são todos Palmeirenses!

A esposa do Marcelo se dá bem comigo, eles têm um bebê de 1 ano. Minha cunhada, irmã dele, me deu o berço. Tenho duas sogras e um ótimo relacionamento com ambas. Por conta das crianças, elas até se conhecem.

Estava na dúvida quanto a ter mais um filho, mas vivemos com tanta harmonia que deu vontade. Mas não foi programado, esqueci de tomar a pílula e entramos naquele ‘Seja o que Deus quiser’. Fiquei muito feliz! Estou satisfeita com a minha família, queria mesmo ter bastante gente em volta de mim. É uma delícia, no final de semana as crianças escolhem filmes para alugar e fazemos uma sessão cinema em casa, com muita pipoca e bagunça. Quando saímos todos para andar de bicicleta na praça aqui perto também é uma festa.

A paulista Márcia Cardoso mora com o marido, as 5 crianças da família, e mais 11 cachorros e um gato. É microempresária, pilota um banho e tosa com serviço de leva e traz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s