Equilíbrio de opiniões

[Mães equilibristas]

Na sua opinião, o que a equilibrista ainda precisa conquistar?

“Acho que toda equilibrista precisa se livrar de culpas, precisa encontrar paz e alegria e precisa se equilibrar entre as posições de educadora e de desfrutadora da vida familiar!!!” Natalia Zekhry, obstetra em São Paulo, SP, mãe de Ana (7),  Alice (6), e Alex (1).

“Jornada de trabalho reduzida sem que implique em conseqüências na sua carreira e imagem.” Dora, publicitária, São Paulo, SP, duas filhas (5 e 1 ano).

“Acho que o que ainda falta é o compartilhamento verdadeiro das responsabilidades da casa e dos filhos com o parceiro. A divisão de tarefas já é um bom avanço, mas acredito que a evolução máxima será quando o marido “espontaneamente” abrir a agenda dos filhos para ver os recados do colégio, ou lembrar-se de que é época de visita ao pediatra!” Andrea Alvares, diretora da Pepsico, São Paulo, SP, mãe de Júlia (9), Rafael (5) e Manuela (1 1/2).

“A equilibrista ainda precisa conquistar a independência econômica, para que o equilíbrio não fique ameaçado diante de eventuais contratempos profissionais e/ou pessoais.” Fernanda, autônoma de São Paulo, SP, mãe de Matheus (7).

“Eu acho que a equilibrista precisa de reconhecimento do marido/parceiro/pai porque são pouquíssimos os que conheço que reconhecem que nós somos equilibristas, que nós estamos cansadas sim e que seria de imenso prazer dividir os trabalhos no fim de semana, que seria maravilhoso ouvir na sexta ou sábado à noite “amanhã você dorme até mais tarde que eu acordo cedo com o bebê”, enfim… um pouquinho mais de ajuda não seria nada mal.” Karin, secretária,  Angra dos Reis, RJ, filho (10 meses) e filha (4 anos).

“Nós equilibristas temos que conquistar o controle sobre nossos próprios “hormônios”  que nos fazem questionar e oscilar muito e acabamos tomando decisões e atitudes às vezes precipitadas. Precisamos domar nossos ímpetos, pois temos tudo sob controle !!!” Viviane P. Lopes, Rio de Janeiro, RJ

“Nós equilibristas precisamos conquistar a PAZ, o tão sonhado tempo para dedicar a nós mesmas… e não estou falando de ginástica e estética ( que isso nós já “tentamos” conseguir), e sim algo nosso (interior), respirar sem nenhuma preocupação…sem horários malucos…sem rotina enlouquecedora….enfim apenas você com VOCÊ!!!!” Gi Millan, assessora de eventos, São Paulo, SP, mãe de Gabriela (7).

“Em minha opinião, a equilibrista precisa conquistar equilíbrio e autoconfiança. Precisa segurar os pratinhos segura de si.  Segura de que está fazendo o melhor, segura de que é a melhor pessoa que se pode ser, e segura de que vai dar tudo certo. E ainda, ser detentora daquele olhar confiante, de tranquilidade. Em outras palavras: Precisa se conquistar.  Ser segura de si. Pois quando a mulher é feliz consigo, segura melhor os pratinhos.” Vivian B Teixeira Torolho, advogada, Barueri, SP, mãe de Vitória (3 anos)e Isabela (1 ano).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s