Outras lutas

[Cecília Troiano]

Hoje, as reinvindicações das mulheres são bem distintas das de gerações anteriores. Um olhar mais ingênuo poderia achar que seguimos lutando pelas mesmas coisas. Total engano.

Se antes as mulheres lutavam para entrar no mercado de trabalho, hoje lutamos para construir um espaço no mercado de trabalho que tenha a nossa cara. Acabou-se a época em que precisávamos provar nossa competência. Claro, ainda persistem alguns espaço machistas dentro das empresas, mas ninguém mais duvida da capacidade e do talento das mulheres. Alguns podem até se incomodar, mas nunca achar que somos menos do que os homens no mundo corporativo.

Além disso, nossa luta hoje tem muito mais frentes abertas. Não digo que a luta das mulheres nos anos 60 e 70 tenha sido menos penosa. Ao contrário, o que elas fizeram foi importantíssimo e extremamente difícil. Hoje minha geração colhe os frutos da dedicação das “Leila Diniz”. Mas acredito que a luta de hoje seja mais pulverizada. Lutamos por  tantas coisas!

Lutamos para que as empresas consigam administrar as carreiras femininas de forma inteligente e possível para as mulheres. Lutamos para que nossos maridos dividam igualmente as tarefas da casa e o cuidado com os filhos. Lutamos para que nossos filhos cresçam como pessoas bacanas e saudáveis. E, apesar de toda nossa correria, lutamos para que nosso corpo resista a tantas exigências que impomos a ele. Poderia seguir com essa lista por mais muitas linhas e lutas.

Sem dúvida, nossas lutas são outras, mas uma coisa é certa: a luta continua!

Originalmente veiculado no GNT/Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s